Salão de Carros

#4 Fórmula 1

Postado em 2 de julho de 2021 por Julia Ricotta

Intro_F1_#4

Se você se interessa por Fórmula 1, mas ainda não sabe nada sobre este esporte e muito menos por onde começar a entender, o post de hoje é feito especialmente para você! Mas se você já conhece bastante sobre esta categoria do automobilismo, este post também é pra você! Continue acompanhando para conhecer um pouco mais do funcionamento da Fórmula 1 e as principais regras!

A fórmula 1 é uma categoria de automobilismo que surgiu em 1950, tendo sua primeira aparição em 1950, na Inglaterra. Desde então, todos os anos ocorrem as corridas, denominadas Grandes Prêmios, nos autódromos ao longo do mundo, incluindo o de Interlagos, localizado no Brasil.

Largada_gp_1_1950

Figura 1 – Primeiro GP de Fórmula 1.

Organização de Times

Hoje em dia, cada equipe da Fórmula 1 corre com dois pilotos durante o ano, podendo trocá-los ao decorrer da temporada devido a inúmeros fatores, como acidentes que impedem o piloto de correr, insatisfação da equipe com o rendimento do piloto, entre outras situações.

Atualmente, as equipes tem a seguinte formação (os números entre parênteses representam o número com o qual cada piloto corre atualmente):

Red Bull Racing – Max Verstappen (33) e Sergio Pérez (11);

Mercedes – Lewis Hamilton (44) e Valteri Bottas (77);

McLaren – Daniel Ricciardo (3) e Lando Norris (4);

Ferrari – Charles Leclerc (16) e Carlos Sainz (55);

Alpha Tauri – Pierre Gasly (10) e Yuki Tsunoda (22);

Aston Martin – Sebastian Vettel (5) e Lance Stroll (18);

Alpine – Fernando Alonso (14) e Esteban Ocon (31);

Alfa Romeo Racing – Kimi Räikkönen (7) e Antonio Giovinazzi (99);

Williams Racing – George Russell (63) e Nicholas Latifi (6);

Haas F1 Team – Mick Schumacher (47) e Nikita Mazepin (9).

Equipes_F1

Figura 2 – Carros das equipes atuais.

Pilotos_F1_2021

Figura 3 – Pilotos que compõem o grid atual da F1.

Sistema de Pontuação

Atualmente o sistema de pontuação é o mesmo desde 2010, baseando-se na posição final do piloto após o final de cada corrida, da seguinte maneira:

1° colocado: 25 pontos

2° colocado: 18 pontos

3° colocado: 15 pontos

4° colocado: 12 pontos

5° colocado: 10 pontos

6° colocado: 8 pontos

7° colocado: 6 pontos

8° colocado: 4 pontos

9° colocado: 2 pontos

10° colocado: 1 ponto

Vale destacar que há outra maneira de pontuar numa corrida além de alcançar as 10 primeiras posições. Os pilotos que realizarem a volta mais rápida do GP e terminarem na zona de pontuação, ou seja, entre os 10 primeiros, recebem um ponto extra.

O piloto que tiver a maior quantidade de pontos acumulados ao longo do ano, ao final da temporada será o campeão.

O campeonato de construtores é definido a partir da pontuação dos pilotos das equipes, ou seja, a pontuação da equipe é dada pela soma da pontuação dos dois pilotos de cada equipe, sendo campeã aquela que somar mais pontos ao longo do ano.

Bandeiras e Significados

Bandeira branca: é utilizada para sinalizar que há um veículo mais lento na pista, podendo ser uma ambulância, guincho, etc.

Bandeira azul: indica que um carro mais rápido aproxima-se e quem está na frente deve facilitar a ultrapassagem.

Bandeira amarela: indica que há um perigo na pista, podendo ser algum carro parado em local de perigo ou detritos na pista. Quando sinalizada com apenas uma bandeira, os pilotos devem reduzir a velocidade ao passar pelo local do acidente; quando há duas bandeiras, há um grande perigo adiante e os pilotos devem preparar-se para uma eventual parada; caso ocorra uma bandeira com a placa “VSC” (Carro de Segurança Virtual, do inglês Virtual Safety Car), os pilotos devem respeitar uma velocidade limite em cada setor da pista, podendo ser punido caso não respeite; por fim, caso ocorra uma bandeira amarela e a placa “SC” (Carro de Segurança, do inglês Safety Car), o safety car entrará na pista e todos os pilotos devem seguir o mesmo.

Bandeira verde: pista livre após o incidente, podendo acelerar novamente e retomar a corrida.

Bandeira vermelha: indica que a corrida deve ser paralisada devido a algum acidente na pista ou problemas que possam impedir a continuidade da corrida, como chuva muito forte. Os pilotos devem retornar aos boxes e esperar a decisão da retomada da corrida ou suspensão da mesma.

Bandeira amarela e vermelha: indica que a pista está escorregadia, seja por causa de óleo ou seja devido à presença de água em alguns pontos da pista.

Bandeira preta: usada com o número do piloto, ela aponta que o piloto deve retirar-se da corrida e ir para os boxes, devido a alguma infração. Geralmente, indica desclassificação da corrida.

Bandeira preta com cículo laranja: usada com uma placo que apresenta o número do piloto, indica que seu carro possui algum problema e deve ir aos boxes para que a equipe possa consertar o veículo.

Bandeira diagonal preta e branca: usada com o número do piloto, indica que o mesmo apresentou conduta antidesportiva.

Bandeira quadriculada: indica o fim de uma corrida, sendo o vencedor o primeiro piloto a completar a última volta.

 Bandeiras_F1

Figura 4 – Representação das bandeiras da F1.

 Texto produzido por: Júlia Leite de Faria Ricotta e Fábio Sandrini Costa.

Série de Post sobre a Fórmula 1:

#1 Fórmula 1

#2 Fórmula 1

#3 Fórmula 1

Evolução dos carros da Fórmula 1

Leia também:

Um comentário para “#4 Fórmula 1”

  1. Leonardo Lopes disse:

    Muito legal o post!

Deixe um comentário

Clique aqui para cancelar a resposta.

© 2021 SalaoDeCarros.com.br - Todos os direitos reservados. Politica de Privacidade